Quarta-feira, 29 de Agosto de 2007

DESAFIO

Desafio da minha querida amiga Flipar do blogs

http://flipar.blogs.sapo.pt

O desafio consiste em :

 

* Pegar no primeiro livro que estiver por perto

 

* Abrir na página 161;

* Procurar a quinta frase completa;

* Transcrevê-la para o blog;

* Não se pode escolher o livro tem que ser o que estiver mais perto;

* Passar o desafio a 5 pessoas.

Então cá vai:

Realmente viviam felizes, dedicados um ao outro, Porto com seus quadros domingueiros, dona Lita com as flores de seu jardim e com o seu gato curuzu, velho e gordo, rosnando em mimos e dengos de filho único.

LIVRO: Dona Flor e seus dois maridos

Agora passo o desafio aos seguintes blogs:

http://lagrimatua.blogs.sapo.pt

http://silenciosentido.blogs.sapo.pt

http://olha_por_mim.blogs.sapo.pt

http://1loiraincompreendida.blogs.sapo.pt

http://poemaspoesias.blogs.sapo.pt

 

tags:
publicado por isabelsushi às 16:54
link do post | comente | ver comentários (26)
Quinta-feira, 23 de Agosto de 2007

O Amor tem os olhos da Loucura.


Tempos atrás, viviam duas crianças, um menino e uma menina,
que tinham entre quatro e cinco anos de idade.

 O menino chamava-se Amor e a menina, Loucura.

 

O Amor sempre foi uma criança calma, doce e compreensiva.

 Já a Loucura era muito emotiva, passional e impulsiva.

 

Entretanto, apesar de todas as diferenças,
as crianças cresciam juntas, inseparáveis:

Brincando, brigando...

 

Houve um dia, porém, em que o Amor

não estava muito bem, e acabou cedendo

às provocações de Loucura, com a qual

teve uma discussão muito feia.

 

Ela não deixava nada por fazer; estava furiosa como nunca
com o Amor, e começou a agredi-lo, não só

verbalmente, como de costume.

 

A menina estava tão descontrolada que agrediu o garoto fisicamente
e, antes que pudesse perceber, arrancou os olhos do Amor.

 

O Amor, sem saber o que fazer, chorando,

foi contar à sua mãe, a deusa Afrodite,

o que havia ocorrido.

 

Inconsolada, Afrodite implorou a Zeus que ajudasse seu filho
e  que castigasse Loucura.

 

Zeus, por sua vez, ordenou que chamassem a garota
para uma séria conversa.

 

Ao ser interrogada, a menina respondeu, como se estivesse com
a razão, que o Amor a havia aborrecido e que foi

merecido tudo o que aconteceu.

 

Embora soubesse que não fora justa com seu amigo,
a menina - que nunca soube se desculpar - concluiu dizendo :

que a culpa havia sido do Amor, e que não estava nem um pouco arrependida.

 

Zeus, perplexo com a aparente frieza daquela criança,
disse que nada poderia fazer para devolver a visão ao Amor,
mas ordenou que Loucura estaria condenada a guiá-lo
por toda a eternidade, estando sempre junto ao Amor
em cada passo que este desse.

 

E até hoje eles caminham juntos.

 

Onde quer que o Amor esteja, com ele estará Loucura,
quase que fundidos numa só essência, tão unidos que

por vezes não se consegue definir onde termina
o Amor e onde começa a Loucura.

 

É também por isso que se costuma dizer que o Amor é cego.

 

A verdade é que: -  o Amor tem os olhos da Loucura.

tags: ,
publicado por isabelsushi às 16:51
link do post | comente | ver comentários (18)
Terça-feira, 21 de Agosto de 2007

Preciso de um amor


Preciso de um amor diferente,
que me faça sonhar acordada
e que não deixe vestígios de solidão.
Quero sentir aquele friozinho na barriga
e o coração disparando de emoção.

Preciso de um amor amigo,
daqueles que se importe comigo.
e me dê seu ombro como abrigo.
E porque não um colinho
ou qualquer outro gesto de carinho?
Adoro sentir um chamego
e um abraço de aconchego.

Preciso de um amor romântico,
verdadeiro, que me ame por inteiro.
Flores e luz de velas não poderão faltar
e que não use o romantismo 
apenas para me conquistar.

Preciso de um amor amante,
que seja muito carinhoso e gentil
e que se insinue de forma subtil.
Que me deseje com loucura
e não me queira como uma aventura.
Que me trate sempre como uma dama
e não apenas um objecto na sua cama.

Preciso de um amor completo
com respeito, desejo e muito afecto,
que queira partilhar comigo todos os momentos
e que eu não sirva apenas como passatempo.
Que não me tenha como santa e nem vulgar.
Apenas uma mulher repleta de sentimento.

Ana Amélia Donádio

:
publicado por isabelsushi às 16:56
link do post | comente | ver comentários (8)

Get your own glitter and more at BlingyBlob.com

Faça uma visita ao meu blogs das anedotas

carregue no ratinho

 

 

.Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Nova página 1

Blogs que visito

Nova página 1

OS MEUS SELOS

Nova página 1

Nomeações

Nova página 1

AWARDS RECEBIDOS

Nova página 1

Presentes recebidos

.Outros Links que visito *sem selo*

.posts recentes

. SEM REMÉDIO

. Tortura

. AMEI-TE

. MESMICE

. DEPOIS DOS QUARENTA

. TALVEZ

. O DIA DOS TEUS ANOS

. AMOR INCONDICIONAL

. * * MEUS AMIGOS * *

. A IMAGEM NO ESPELHO

.arquivos

. Novembro 2012

. Março 2012

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.mais sobre mim

blogs SAPO