Sexta-feira, 17 de Novembro de 2006

EU ESCREVI UM POEMA TRISTE

Eu escrevi um poema triste
E belo, apenas da sua tristeza.
Não vem de ti essa tristeza
Mas das mudanças do Tempo,
Que ora nos traz esperanças
Ora nos dá incerteza...
Nem importa, ao velho Tempo,
Que sejas fiel ou infiel...
Eu fico, junto à correnteza,
Olhando as horas tão breves...
E das cartas que me escreves
Faço barcos de papel!

Mario Quintana - A Cor do Invisível

tags:
publicado por isabelsushi às 18:48
link do post | comente

.Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Nova página 1

Blogs que visito

Nova página 1

OS MEUS SELOS

Nova página 1

Nomeações

Nova página 1

AWARDS RECEBIDOS

Nova página 1

Presentes recebidos

.Outros Links que visito *sem selo*

.posts recentes

. SEM REMÉDIO

. Tortura

. AMEI-TE

. MESMICE

. DEPOIS DOS QUARENTA

. TALVEZ

. O DIA DOS TEUS ANOS

. AMOR INCONDICIONAL

. * * MEUS AMIGOS * *

. A IMAGEM NO ESPELHO

.arquivos

. Novembro 2012

. Março 2012

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.mais sobre mim

blogs SAPO